Resenha: Cem Verões - Beatriz Williams

10 de nov de 2015

Ambientando na elegante Seaview, em Rhode Island, destino de veraneio favorito dos abastados da costa leste americana, na década de 1930, Cem verões acompanha a conturbada história de dois jovens casais de namorados que se reencontram numa temporada de verão sete anos depois de um afastamento brusco. Com uma bela reconstituição histórica que capta com perfeição a idílica atmosfera do verão pós-crise de 1929, o romance conta uma delicada história sobre amizade, amor, traição e tradições familiares em que feridas mal cicatrizadas vão aos poucos revelando antigos segredos capazes de alterar os rumos do presente. 
     Não sei se todos já sabem, mas eu amoo História e vez ou outra eu pego o meu livro do ensino médio de História Geral para ler. Eu simplesmente gosto de descobrir eventos do passado, estudar e entender os acontecimentos remotos. Eu tinha me interessado por esse livro por apresentar isso, um acontecimento trágico na década de 30; logo quando a Rocco lançou e eu vi a capa, pensei: quero ler. Como sempre, fui estudar um pouquinho sobre a tragédia que autora propôs apresentar na obra e finalmente me convenci que queria ver como ela traria para a ficção. Peguei umas fotos para vocês verem aqui no post. Achei interessante e fiquei super curiosa para ler.


       Preciso confessar que não gosto de livros new adults, eróticos, hot e tudo mais, são explícitos demais e sem muito sentido para mim. Sem ofensas para quem lê, mas eu vejo assim: é a mesma coisa de você estar sentado na sala assistindo alguém fazer sexo na sua frente. Portanto, não me interessa, não gosto desse estilo de livro, gosto de histórias mais elaboradas, bem desenvolvidas e com conteúdo mais intricado ou até clichê, mas com uma ideia inovadora e interessante; e não só os clichês de um carinha mala que começa a gostar da caloura da faculdade e depois rola aquela tensão sexual entre eles e tals... eles se apaixonam e todo mundo já sabe como termina. Fiz uma séria busca, bem minuciosa sobre o livro para não correr o risco de me deparar com esse tipo de coisa, mas não encontrei nada, sobretudo porque não havia resenha alguma do livro ainda, eu fui a primeira a postar no skoob, e procurei num site e vi elogios, dizendo que era uma obra encantadora e essas coisas. Fiquei encorajada e fui ler.
       Mas no decorrer da leitura fiquei decepcionada ao constatar que esse livro também era assim, a diferença é que é ambientado em 1931 e 1938 e tem um teor histórico bem apresentado. Os personagens são bem construídos e bem reais, todos tem momentos bons, chatos, interessantes e intensos. Fiquei super chocada com o comportamento das mulheres da época, não achava que viviam de forma tão desregrada e impudica, eu tinha uma visão completamente diferente, mas acho que existia os dois lados da moeda. Estudei o século XX para escrever meu livro e sabia que depois da guerra as pessoas viviam tensas e agiam como se tudo fosse efêmero. Entendi isso, mas queria menos o hot, queria mais História (no sentido da matéria porque estória tem muita). Só não larguei o livro porque queria terminá-lo. Já tenho uma lista enorme de livros que abandonei e não queria aumentar mais, afinal eu já estava chegando na metade e existia coisas interessantes apresentadas na obra.

       Procurei referências, mas não havia muitos comentários do livro. O único comentário que encontrei falava bem e dizia que o livro era muito mais que romance. Tratava de outras coisas como o incidente que ocorreu em Rhode Island em 1938. Mas não foi isso que aconteceu. Havia muito romance para o meu gosto. Nur, Alana que chata e fria kkkk. Superem isso ahaha Por vezes fiquei irritada com a incontinência de Lily. Ela só queria fazer sexo. Helloo, a base não é só isso, acho que é preciso conter os impulsos porque se não todo mundo fica fazendo merda sempre. Eu me irritei muito com ela em alguns momentos, às vezes ela era chata, outras vezes levava patada da amiga, outras vezes ela era legal...
       Enfim, o livro trata de quatro amigos: Lily, Nick, Graham e a odiosa Budgie que se separaram abruptamente após um dia fatídico que mudou suas vidas para sempre. Eles sempre viajavam para passar o verão em Seaview quando estavam de férias na faculdade. Lily e Nick eram noivos e Graham e Budgie viviam de forma desregrada e sem compromisso. Mas o preconceito da época os afastou dolorosamente. Seis anos depois eles se reencontram e esse encontro trará de volta as lembranças boas, ruins e as consequências de atitudes e comportamentos impulsivos de antes. Mas há um problema que os impede de ficar juntos e retomar suas vidas de antes: Nick está casado e Lily tem que aprender a suportar e perdoar isso. É o que ela diz para si mesma. Mas há uma ligação forte e algo inacabado entre ela e Nick que eles precisam consertar de vez. As pessoas de Rhode Island são bem esnobes, duras e preconceituosas, e isso é corriqueiro nalguns pontos da época.


            Nick ficou ali parado, olhando para mim. A luz da minha varanda estava acesa, e o rosto dele parecia duro e distante. – Lilybird... - Nick disse baixinho.

        Início de Spoiler: Fiquei bastante irritada com Lily! Como é que ela consegue andar com a Budgie de novo? Que falta de amor próprio! E que amiga do cão essa Budgie, cara. Fiquei desejando o livro todo que ela morresse. Mas, apesar de tudo, o final se mostrou bastante promissor e fiquei surpreendida com as culpas das pessoas. Não imaginava aquele segredo sobre Kikie. Gente, tem tanto segredo, traição, mentiras. A verdade é que acho que podiam contar a verdade para Lily antes, só ficaram tratando-a como idiota. Ninguém teve coragem de falar nada, bando de covardes. Frustração aqui ahaha Fim de Spoiler

       Anyway, para quem gosta de livros desse estilo é muito bom. Não nego que foi bem escrito, os costumes foram bem apresentados, os ânimos pós crise de 1929 da época também foram apresentados de uma forma que eu esperava acerca de efemeridade, a autora é boa de verdade. Esse livro só não serve para mim no sentido que deixei explícito acima. Não funciona! Mas preciso ser realista e justa e dar a nota que a obra merece. O final foi bem intenso e mostrou o que aconteceu no furacão e um pouco do início da luta na segunda Guerra Mundial. Gente, teve um pouquinho do início da Segunda Guera. How awesome is that?! Amo estudar as guerras!! *-* O final foi satisfatório no fim das contas. Quem gosta do gênero é uma boa!

Nota: 3/5

11 comentários:

  1. Olá
    Não leio muitos livros nesse tipo mas esse pareceu bem legal, adoro historias com guerra hsuahusa
    Amei a resenha e o blog!
    Beijinhos,
    Borboletas de papel

    ResponderExcluir
  2. Oi, Alana, tudo bem?

    Ahhhhhhh, eu gosto de New Adult. Não gosto daquele tipo de livro que não tem história e tem apenas sexo, sabe? Já li muitos livros onde toda cena era uma oportunidade para os personagens fazerem sexo...
    Sexo é uma coisa natural da vida, todos nós nascemos de uma relação sexual e a maioria de nós fazemos sexo ou faremos sexo...ahahahaaha
    Eu encaro cenas de sexo na literatura como cenas de sexo no cinema...às vezes a gente está vendo um filme e, do nada, o que os personagens começam a fazer? Sexo! hahaha
    Claro que tem aquelas autoras que erram a mão e fazem o livro ficar MUITOOOOOOOOOOOOO vulgar, com nomes de baixo calão, palavrões...mas quando é sexo por amor, quando são dois personagens que se amam fazendo sexo, eu gosto. Acho natural!
    Mas claro, respeito a sua opinião e a de todos que não curtem! *-*
    Que pena que o livro não foi tudo aquilo que você esperava que fosse, achei algumas situações que você descreveu meio discrepantes para a época, né?
    Acho que não leria o livro, o que é uma pena porque a sinopse parecia promissora...

    Beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, Tamires!
      Ahahaha eu já sabia que tu gostava de New Adult. Pois é, eu já li new adults, mas não curti muito, sabe? Acho que só Beleza Perdida mesmo. Sei que é normal, mas não me sinto confortável e não me chama muito a atenção, sabe?!
      Eu também achei que algumas situações não condiziam, mas não sei de nada. ahaha. Quem sou eu para saber tanto daquela época??
      Mas leia por sua conta, talvez tu goste!!
      Beijin...

      Excluir
  3. Oi oi cara! Amei a resenha. Nunca li New Adult. Tu me deixasse curioso. :D

    http://garotoliterariio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Nunca tinha visto, vou dar uma pesquisada!

    Já estou te seguindo... Segue de volta?
    http://todaencanttada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi
    o livro parece ser interessante eu já tinha visto divulgação dele,
    pena que você quase abandonou a leitura, pelo menos conseguiu ler até o final, quem sabe um dia eu leia ele.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Que resenha maravilhosa! Sinto muito o livro não ter superado suas expectativas. Tinha me interessado por ele de início, mas logo fui me desanimando. Adoro história, socorro ♥♥♥ E a autora contextualizar a segunda guerra no fim do livro é muito amor <3
    http://apenasumaleitura.blogspot.com.br/2015/11/resenha-intergalactica.html?m=1

    ResponderExcluir
  7. Oi! Eu adoro new adult, mas tudo tem limite uihAOuahi tem uns que não tem nada louco em relação ao sexo e os autores abordam outros aspectos da vida dos personagens. Enfim, é uma pena que você tenha ido com tanta sede ao pote e acabou se decepcionando. É muito ruim quando isso acontece, ainda mais com o livro contendo coisas que nos incomodam. Achei interessante a premissa mas esses poréns em relação a personagem me desagradou bastante.

    Beijos
    SIL ~ Estilhaçando Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E eu que fiz tudo o layout. Peguei um básico e fui personalizando com tutoriais. Pior que eu to pegando gosto pela coisa kk <3
      Obrigada, fico feliz que você tenha gostado.

      Excluir
  8. Eu AMO/SOU história, por isso ele pulou do seu post pra minha wishlist! Sua resenha fez ele parecer bem interessante, embora eu nunca tenha ouvido falar desse livro antes! Alias, 1930, época do jazz e do rock! Nem conheço esse livro mas já considero pacas, haha
    Ah, só avisando, marcarei presença no lançamento do seu livro, ok? beijinho
    blogestrelasdepapel.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie!! Eu também amoo História!! Melhor matéria Ever.
      Gosto demais da época do jazz ahaha.
      Ai que legal que você vai!!
      Tô super ansiosa já. *-*

      Excluir