22 de novembro de 2015

Resenha: Os Bons Segredos - Sarah Dessen

Há segredos muito bons para serem guardados — e livros muito bons para serem esquecidos Sydney sempre viveu à sombra do irmão mais velho, o queridinho da família. Até que ele causa um acidente por dirigir bêbado, deixando um garoto paraplégico, e vai parar na prisão. Sem a referência do irmão, a garota muda de escola e passa a questionar seu papel dentro da família e no mundo. Então ela conhece os Chatham. Inserida no círculo caótico e acolhedor dessa família, Sydney pela primeira vez encontra pessoas que finalmente parecem enxergá-la de verdade. Com uma série de personagens inesquecíveis e descrições gastronômicas de dar água na boca, Os bons segredos conta a história de uma garota que tenta encontrar seu lugar no mundo e acaba descobrindo a amizade, o amor e uma nova família no caminho. 
Helloo, people... Nunca mais fiz uma resenha de um livro que li, tipo, nessa semana ou semana passada. Estava trazendo resenhas de livros que li há alguns meses ou coisas parecida. O motivo é claro: empaquei num monte de leituras, começava uma, enjoada e ia para outra. Anyway, esse foi o único que eu comecei a ler e terminei.
   Um monte de gente conhece a Sarah Dessen, pode não ter lido alguma obra dela, mas já está careca de saber que ela é popular entre os jovens e seus livros são simples, até clichês, mas inspiradores e bem desenvolvidos.
    Meu primeiro contato com um livro da autora foi no ano passado com Just Listen (que é muito bom por sinal). Mas tive um pouco dificuldade com a leitura porque quase nunca tinha diálogo e foi algo bem diferente do que eu estava acostumada, foi enfadonho às vezes, confesso, mas não deixou de ser bom. O livro foi satisfatório, todavia não tinha tudo o que eu queria na época e esse fator não me incentivou a ler outros livros da autora. No entanto, quando descobri que esse livro seria lançado aqui no Brasil esse ano me deu uma doideira alheia e eu fui atrás de quase todos os livros da autora para ler. Bem, foi total fogo de palha porque a vontade passou e acabou que eu não li nada.
    Mas depois que a Pam fez um vídeo resenha do livro eu me senti convencida de novo e decidi ler esse livro. Além é claro que eu gostei demais dessa capa.
    O livro foi uma grata surpresa, foi um alento porque consegui lê-lo direto, algo que não estava conseguindo fazer há algum tempo. Estava atarefada e queria fazer várias coisas ao mesmo tempo e as leituras não estavam rendendo e nem fluindo como eu queria.
    Mas agora vamos falar do livro:
   Sydney é uma garota tranquila, filha de pais importantes, ela sempre viveu á sombra de seu irmão, o queridinho da família. Quando eles eram mais novos Sydney sempre o enxergou como um herói destemido, alguém que ela admirava e em algumas vezes queria imitar. Mas com os anos Peyton foi procurando novos rumos para sua vida, se metendo em encrenca e se perdendo no caminho de drogas, bebidas e prisões.
    O grande problema é que ele sempre se safava, pois seus pais influentes pagavam a fiança e ele se via livre. Mas quando ele dirige bêbado, causa um acidente e acaba deixando um garoto paraplégico, Peyton não pode mais escapar da prisão.
    Sem o irmão mais velho Sydney decidi mudar de escola para se livrar dos antigos ares do seu colégio anterior e de tudo que ser ligada ao Peyton acarretava.
   Quando num dia qualquer ela conhece os Chatam e rapidamente é inserida nessa família caótica, feliz e quebrada, Sydney consegue se encontrar, e mais que isso, ela percebe que com essa família é enxergada. Ao contrário da sua própria casa onde todos se preocupam com o seu irmão preso.
    O livro tem uma série de descrições gastronômicas que dão água na boca, toda aquelas batatas fritas e a pizza. Realmente fiquei com uma vontade insana de provar da pizza dos Chatam.  Mas como eu sou enjoada e não consigo me fissurar em comida como todo mundo que gosta dessas coisas, numa parte do livro eu enjoei e ficava torcendo para Layla parar de comer tanta batata frita.
    A obra é muito boa e a autora soube conduzir bem a estória. O romance acontece no momento certo e não aquela paixão doida a primeira vista, é um romance que a gente torce e acha fofo e fica querendo que aconteça.  A escrita da autora é mais fluída e diferentemente de Just Listen tem vários diálogos. Achei até estranho no começo, mas gostei demais.
    O livro é bem grossinho, mas é tão fluído que você lê rapidinho e nem percebe que já está terminando.
    Eu gostei do livro, mas houve momentos que me irritei. Tipo, eu entendi a crise e a loucura da mãe de Sydney quanto ao filho presidiário. Era insana as ideias dela e as coisas que fazia por ele. Tive tanta raiva dessa mulher que queria estapeá-la. Também esperava uma postura mais... sei lá, uma postura melhor da Sydney quanto a isso. Porque, tipo, com uma mãe daquela não tinha como não gritar.
    Pode ser o meu lado vingativo falando mais alto, mas eu queria que ela dissesse umas coisas para a mulher se acordar. Tipo, helloo!? Mas deve ser só eu sendo malvada.
     O livro também aborda o abuso psicológico. Achei que a resolução, o final foi meio apressado e olha que o livro tem mais de 400 páginas. Mas foi uma leitura ótima que me colocou no meio da ressaca literária. Porque antes eu estava afundada, agora estou no meio, esperando o livro arrebatador que vai me tirar desse fundo.
Ótimo livro, people. Leiam.
Nota: 4/5

17 comentários:

  1. Tenho vontade de ler esse livro, mas sabe como é a lista quilométrica que nós leitores temos, não é? kkkkkk

    Beijos,
    http://postandotrechos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi, Alana!
    Eu também sou doida e saio atrás das obras tudo dos autores hahahhaha
    E também sou dessas que empaca nas leituras. Esses dias, me sentei e escrevi zilhões de resenhas de livros que já li pra ver se as outras leituras desenrolavam.
    Só li resenhas positivas desse livro que estou com vontade de ler. Achei interessante o tema abordado pela autora.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, Lu!!
      Entendo perfeitamente. Pensei em resenhar livros antigos também para pôr aqui.
      Espero que aprecie a leitura quando for fazê-la!!
      Beijin...

      Excluir
  3. Pooxa! Puxa a minha orelha aqui que eu sou a unica pessoa do mundo que, apesar de achar a capa desse livro linda, nunca tive nem um pingo de vontade de ler. Pior de tudo é que ele é bem ~a minha cara; Mas não me chamou a atenção não :(
    E poxa, eu não conhecia a autora até ver esse livro IUAHUOHAUI acho que estou atrasada nas coisas, né? Mas enfim, se você gostou do livro eu acredito que ele tem seu potencial e quando tiver uma chance vou pegar para ler. ;~

    Beijos
    SIL ~ Estilhaçando Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, Sil!
      Kkk eu tive receio no início, com medo de ficar enfadada, mas eu realmente gostei da leitura, gostei mais do que o primeiro livro que li da autora.
      Quando ler me diz que achou!
      Beijin...

      Excluir
  4. Oi Alana, tudo bem? Nunca ouvi falar desse livro e nem é um tema que eu me agradaria mais eu amei a resenha, cada resenha você melhora muito. Parabéns!!!

    garotoliterariio.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oi, Alana! Tudo bem? Mesmo sem ter lido Os Bons Segredos tenho uma relação conturbada com o livro. Primeiro tinha muito interesse em lê-lo, depois me desinteressei por completo e agora estou no meio-termo! rs Mas enfim, adorei a resenha. Ela conseguiu aumentar minha vontade de ler a obra. Espero lê-la em breve! :)

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá, Alana.
    Eu acabei de ler uma resenha desse livro em outro blog hehe. Já vi muitos elogios a autora, mas ainda não li nada dela. eu gosto de livros que abordem temas como esse. Acho o cumulo pais de demonstram a preferencia por um ou outro filho. Assim que der eu vou ler ele.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  7. Oi, Alana! Eu conheci a Sarah Dessen por meio dos muitos bons comentários feitos pela Pâm Gonçalves à ela, a partir daí a Sarah entrou para os meus desejados, mas não li nada da autora ainda. Os Bons Segredos é um livro que vem sendo muito elogiado nos últimos meses e agora entendo o porque dos elogios, pois a escrita da autora é cativante. Gostei bastante da construção dos personagens e de todos os problemas que eles enfrentam, relatados de forma muito tocante.
    Blog: Consumidor de Sonhos | consumidordesonhos.blogspot.com.br
    Instagram: Consumidor de Sonhos | CdS

    ResponderExcluir
  8. Oi Alana, tudo bem?
    Eu não conhecia esse livro da autora, mas já ouvi falar das obras dela, mesmo sem ter lido nenhum...
    Me interessei um pouco pela história, mas eu não sei se conseguiria ler esse ainda esse ano, já que minha lista está extremamente grande e eu nem sei por onde começar hahahaha
    Mas adorei a resenha, como sempre!
    Beijinhos

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
  9. Aaaai, que injusto você falar de batata frita e pizza, e eu aqui comendo pão! hahaha. Gostei da premissa da história, não promete muito mas ao mesmo tempo tem seu toque de uma moral a ser passada. Ótima resenha!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/
    Tem resenha nova no blog de "Amy & Matthew", vem conferir!

    ResponderExcluir
  10. Gostei da resenha!
    Não sei se lerei, pois não faz muito meu estilo, mas parece ser bom!

    Bjs
    www.garotadebotas.com

    ResponderExcluir
  11. Fiz a resenha desse livro essa semana e a minha percepção dessa obra foi exatamente como a sua, até a nota. Também achei o fim poderia ter um trabalho melhor.
    Ótima resenha.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do top comentarista de novembro. Você pode ganhar um livro incrível!

    ResponderExcluir
  12. Olá!

    Já tinha visto esse livro por aí, mas nunca tive muita vontade de lê-lo, apesar de todos gostaram bastante da autora. E mesmo você tendo gostado da obra, os pontos negativos que você citou me desanimaram ainda mais a ler o livro.

    Beijos!
    Visite o Mademoiselle Loves Books!
    http://www.mademoisellelovesbooks.com

    ResponderExcluir
  13. Oláá, tudo bem??
    Então, eu já conhecia o livro, mas ainda não tinha tido algum interesse em lê-lo, sabe ainda não tinha lido resenhas dele, só vi a capa e a sinopse mesmo, mas isso não tinh
    a me despertado curiosidade... Porém agora que li sua resenha quero muitoooo ler o livro, especialmente quando li ao final que o livro aborda também um 'abuso psicológico' e bem eu amo livros que abordem temas assim, gosto de ler a cerca de um personagem que esteja na trama de tal fato. Enfim, amei a resenha! ^^
    Ahhh, está rolando o SORTEIO de NATAL lá no blog, se quiser participar.. Eu espero que o duende verde da sorte esteja a seu favor! haha
    Bjoos

    Jovem Literário

    ResponderExcluir