16 de dez de 2015

Resenha: Reiniciados - Teri Terry


As lembranças de Kyla foram apagadas, sua personalidade foi varrida e suas memórias estão perdidas para sempre. Ela foi reiniciada. Kyla pode ter sido uma criminosa e está ganhando uma segunda chance, só que agora ela terá que obedecer as regras. Mas ecos do passado sussurram em sua mente. Alguém está mentindo para ela, e nada é o que parece ser. Em quem Kyla poderá confiar em sua busca pela verdade? 
    Helloo people...
  Estou tão feliz que as leituras voltaram a deslanchar e eu estou lendo muitooo mesmo. Consegui ler uma obra no final da semana passada, terminei outra ontem e comecei mais outra obra esses dias. Não sei porque, acho que só porque respondi naquela tag que não leio vários livros ao mesmo tempo comecei a fazer isso esses dias. Sou mesmo anormal e desobediente com as minhas próprias regras ahaha.
   Anyway, people, eu estou tão feliz hoje, acho que porque a professora cancelou  a prova de amanhã pois já está satisfeita com nosso desempenho em aula. Tirei notas excelentes em Linguística apesar de não curtir a matéria pela simples radicalidade dos autores quanto a tudo. Enfim, isso é assunto para outro post de semanário. Hoje vou trazer a resenha do livro Reiniciados.
   Há algum tempo alguém me indicou esse livro ou eu vi uma amiga no skoob adicionando, e como sou super curiosa decidi que queria ler esse livro. Mas as leituras foram acumulando e eu fui dando prioridade a um determinado tipo de leitura e fui deixando a distopia de lado. Na verdade eu tinha começado a ler o prólogo, mas acabou que eu parei por aí e a leitura nunca prosseguiu até semana passada. Comecei a ler o livro e me deparei com uma distopia intrigante, bem escrita, desenvolvida e um pouco parada.
   Kyla (que nome feio, no meio da leitura eu pensava: porque a autora não escolheu um nome melhor, hello!?) é uma reiniciada de dezesseis anos, toda sua memória foi apagada, sua personalidade e tudo que ela conhecia da vida foi perdido para sempre, ela aprendeu a viver com as poucas descobertas no hospital onde vive há onze meses devido a complexidade de sua mente e seu comportamento oscilante; ela será enviada para sua nova família de adoção onde sua vida começará do zero.
…não sou uma nova pessoa, não importa o quanto eles digam que sou. E se não sou uma nova pessoa, seja lá o que eu tenha feito, ainda está aqui, ainda é parte de mim, escondida em algum lugar.
    Os reiniciados geralmente são criminosos que estão ganhando uma segunda chance. Reiniciar foi uma medida do governo para diminuir as guerras, o confronto com os rebeldes para que aqueles que fossem presos ou as pessoas próximas dos exterminados não se revoltassem e buscassem retaliação como estava acontecendo depois de medidas severas adotadas pelas autoridades. Reiniciar foi um contraponto, uma medida mais eficaz adotada pelo governo.
    Os reiniciados devem obedecer as regras, e tem suas emoções controladas pelo Nivo – onde estas oscilam entre 1 a 10. Onde 10 é a pura felicidade e abaixo de três o Reiniciado pode apagar e não voltar mais. Kyla é levava a viver com  sua nova família e aos poucos ela vai percebendo que toda sua vida é controlada e monitorada, na escola, em casa. Ainda assim Kyla tem uma boa convivência com sua mãe, sua irmã e com Ben, um amigo da escola que se aproxima mais dela e os laços estreitados devido ao companheirismo de corrida se tornam cada vez mais fortes e algo entre Kyla e Ben nascerá.
Tudo parece ir bem, mas os ecos do passado de Kyla tormentam-na, sussurram a sua mente; ela lembra de coisas muito reais, situações que não deveria. Ela foi reiniciada, não pode ter lembranças, mas os pesadelos que vinham acometendo-a parecem cada dia mais atormentá-la. Kyla começa a se questionar o que seria real. Alguém está mentindo para ela, e nada é o que parece ser. Em quem Kyla poderá confiar na sua busca pela verdade?

Fazer o que eles fizeram em frente a todos os alunos foi como gritar em alto e bom som, sem usar palavras: Nós estamos no controle. Podemos fazer o que quisermos. Se fizessem isso em segredo, qual seria a utilidade?
      Gente, o livro é bom, amarrado e bem escrito, apesar de ter dito que é um pouco parado acima – o desenvolvimento realmente é um pouco lento – acho que tudo ocorreu como deveria, no tempo certo. Como é um livro introdutório acredito que faz sentido, pois Kyla está aprendendo coisas novas, descobrindo a si mesma e as mentiras que são contadas, ela está descobrindo que existe algo de muito errado.
      O romance não é prioridade nesse livro, a vida de Kyla sim e desenvolvimento. Eu realmente gostei da escrita fluída, e de todas as coisas que aconteceram. Fiquei angustiada com um fato trágico que ocorreu a um determinado personagem e me afeiçoei demais ao Dragão ahaha entendedores entenderão.  
   Gente, eu tenho medo de gatos e no livro Kyla é muito afeiçoada ao seu gatinho. Mas o convívio entre eles era tão bonito que eu até queria o Sebastian como animal de estimação ahahaha. Eu não tenho nenhum, dá  muito trabalho cuidar, já tenho que cuidar de mim todo dia então dá uma preguiça kkkk.
    Bem, apesar de tudo que eu disse não vou continuar a ler a trilogia. Achei que esse livro ficou meio estilo: vou dar uma de How to Get Away With Muder. Não tem nada a ver com a estória da série, é só no sentido de ser uma série de dez minutos. É aquela questão de que o episódio é bonzinho, mas nos últimos dez minutos tudo deslancha e tem aquele final bombástico. HTGAWM é boa, mas é assim que rola. Sejamos sinceros.
    O livro corria bem, mas só nas últimas páginas eu fiquei realmente empolgada com estória, quando faltava umas cem páginas eu ficava me perguntando se leria os outros títulos ou não. Quando terminei a obra pensei que sim, mas agora, analisando bem sei que não vou, até porque já fui atrás de pegar um spoiler - porque sim, distopias me deixam nervosa - e percebi que talvez eu não goste da estória. Enfim, digo com certeza que por agora, talvez ano que vem ou outro eu leia essa obra. Não me empolgou de verdade como esperei que o faria.
Beijin...
Nota: 3,5     
*Créditos da Imagem: E aí, beleza?  

30 comentários:

  1. Olá, primeiramente devo confessar que to apaixonada pela capa! *O*
    Pena que o livro não recebeu uma nota muito bom, mas estou curiosa em relação a leitura.

    Ah, tem sorteio de livro no meu blog, vem participar!
    http://goo.gl/i03FzM

    ResponderExcluir
  2. Gostei bastante do enredo, achei diferente de uma maneira comum. Sou apaixonada por esses livros que apresentam um suspense, afinal são pontos que me deixam presa e com vontade de quero mais. Fiquei curiosa e vou procurar saber mais sobre ele.
    Beijo,
    paraisodemenina.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi
    que bom que curtiu, mais pena que não vai continuar lendo. eu gosto muito dessa trilogia e já li ela toda e até porque não têm como adivinhar o que acontece até o final a histórias te faz criar uma teoria que acaba não sendo, eu gostei da trilogia toda porque achei que não ficou algo tão previsível.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Olá :)
    Essa série está há bastante tempo na wishlist, mas todo mundo que leu assim como você sempre dar uma nota mediana pra ela, o que acaba sempre me desanimando.
    Adorei sua resenha.

    Bjinhos,
    http://livrosentretenimento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi, Alana! Tudo bem? Menina, como assim HTGAWM é uma série de 10 minutos? Para mim os 40 são ótimos e passam num piscar de olhos! Mas enfim, até gosto da premissa desse livro, mas algo me diz que não ia curtir lê-lo! :/

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi...
    Também achei o nome horrível rsrs...
    Achei o livro até interessante, mas, não é daqueles que é capaz de me prender, portanto acho que não lerei .
    Beijos

    http://coisasdediane.blogs´pot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oiii Alana

    Aii meu Deus, agora vc me deixou na duvida. Estava indecisa entre ler esta trilogia ou O Teste da Joelle Charbonneau e esse ritmo meio paradão que só empolga no final...mmm, não sei não...
    Obrigada pela resenha

    Beijokas

    naprateleiradealice.blogspot.com.ar

    ResponderExcluir
  8. Oi, Alana!
    Morri de rir com sua resenha. Também compartilhamos o mesmo medo de gatos.
    A premissa da história é realmente bem interessante, pena que não empolgou pra você.
    Quanto ao livro da Géssica, eu acho que é YA.
    Balaio de Babados | Participe da promoção Natal do Babado

    ResponderExcluir
  9. Olá, aqui estou em seu blog!
    Não conhecia esse livro, mas a capa me chamou a atenção. Só não fiquei tão curiosa para lê-lo, porque você não gostou tanto.
    Convenhamos, que nome feio Kyla!
    http://quetal-carol.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi Alana, tudo bem?
    Eu estou querendo ler esse livro faz um tempão já!
    Apesar de você dizer que não vai continuar lendo a trilogia, eu sou curiosa demais pra nem tentar ler haha
    Adorei a resenha!
    Beijinhos

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
  11. Oi! Tudo bom? Comprei esse livro na Black Friday e sempre tive uma curiosidade em relação à essa série. No começo do ano passado, eu era VICIADA em distopias. Lia tudo que encontrava. Daí, uma vez em um aeroporto, eu peguei o segundo volume dessa trilogia e, na falta do que fazer, fiquei folheando. Aí eu decidi que, quando achasse o primeiro, compraria. Maaaas... ao longo desse ano, fui me distanciando desse gênero e dei uma esquecida nisso. BUT, como na Black Friday esse tava com um preço bom, decidi arriscar e comprar. Já não estava com altas expectativas por não ver muita gente falando desse livro por aí e agora, acho que assim é até melhor porque pode ser que eu me surpreenda. Acho que, ir devagar com leituras lentas, faz com que a gente aproveite mais né?
    Desculpa pelo textão. Gosto de contar história hahahaha
    Anyway, adorei sua resenha!

    Beijos,
    Ana.
    http://nasuaestanteblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Olá, Alana.
    Você é a primeira pessoa que vejo que não amou essa série. Eu quase comprei a trilogia esses dias, mas agora vendo sua resenha estou pensando bem. Não curto livros assim que o autor deixa tudo para as ultimas páginas e enrola no livro inteiro. Vou ter que pensar se quero ler ainda ou não hehe.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  13. Oi, Alana, tudo de boas?
    Não conhecia essa trilogia! A premissa parece interessantes, mas eu odeio enrolação.
    Acho que pra mim essa leitura não seria proveitosa :(
    Beijos,

    Borboletas de papel Ƹ̴Ӂ̴Ʒ

    ResponderExcluir
  14. Oi Alana!
    Esse livro é tipo "Esquadrão Suicida"? E eu gosto bastante de HTGAWM!
    Eu não sei se esse livro me empolga ou não, para ser sincera. Não leria no momento, mas vou deixar na lista porque até me interesso pela história. Mas saber essa questão dos '10 minutos' me fez refletir um pouco.
    Beeeijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi Alana!

    Eu também não curto muito a disciplina de Linguística, rs.
    Bem, eu não conhecia o livro. Passei a conhecê-lo agora, com a sua resenha. Como há uma trilogia, é provável que eu não leia, pois estou numa onda de ler livros individuais.
    Achei esse negócio de "reiniciar" bem atrativo, sabe? Para no caso de pessoas ruins e tal. Acho que nunca tinha lido nada nesse estilo.
    Eu adoro animais, inclusive gatos. Dedico boa parte do meu tempo aos meus cachorros ♥
    Alana, você tem medo de gatos porque? (curiosidade)

    Beijos
    Historiar

    ResponderExcluir
  16. Oi Alana, tudo bem ???
    Já tive a chance de ler outras resenhas desse livro, e a cada nova resenha que leio, mais sinto que ele se parece com um jogo que conheci no início desse ano, se não estou enganada, ele se chama Remember Me. Não sei se leria a série, mas confesso que tenho curiosidade com relação a essa história, parece ser interessante, com um quê de Fragmentados !!!
    Vou ver se algum dia dou uma chance para o livro !!!

    Beijinhos
    Hear the Bells

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Helloo, Bel!! Tudo bem?!
      Eu nunca ouvi falar desse jogo. Acho que talvez goste da série, acredito que as pessoas devem tirar suas próprias conclusões quanto, e digo isso porque sou bem chatinha com leituras e às vezes eu posso gostar e outras vezes não e depois gostar de novo. É a minha doideira inconstante ahaha. Sei que muita gente gostou da obra.
      Todo mundo fala parecer com Fragmentados, mas esta obra foi publicada primeiro! Eu morro de curiosidade para ler Fragmentados ahaha, algo me diz que vou gostar demais!
      Beijin...

      Excluir
  17. Não conhecia o livro. Me empolguei muito agora! =O E que capa mais maravilhosa!!

    Beijos,
    http://postandotrechos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Oi, tudo bem?
    Que triste que não te empolgou, confesso que sempre quis ler esse livro mas agora estou pensando (até porque tem muitos livros na fila de espera kk).
    Não consegui ir atrás de spoilers :o hahaha
    Muito boa a resenha.

    bj
    @saymybook
    saymybook.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, Jess! Acredito que você deve tirar suas próprias conclusões quanto a leitura. Sei que tem gente que vai gostar e muita gente mesmo, vi um monte de gente fazendo comentários e resenhas positivas a essa trilogia. Você deveria conferir.
      Beijin...

      Excluir
  19. Oi Alana, tudo bem???
    Pena você não ter curtido tanto assim a leitura. Quero dizer, você até curtiu, mas não o suficiente para continuar :3
    Eu ainda não li, mas morro de vontade de ler, pois sou apaixonada por distopias. E essa é uma que está na lista. Acho a premissa maravilhosa. Essa coisa de roubar as lembranças, começar uma nova vida... mas sempre acho que isso vai dar errado hahahha
    Beijoooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Gih! Eu curti, mas me deu uma preguiça aguda para continuar. Também gosto de distopias, mas nem tanto. A premissa é realmente muito boa e acho que deve conferir para ver se gosta ahaha!! *-*
      Beijin...

      Excluir
  20. Olá Alana, como vai?
    Primeiramente já temos algo em comum, odiamos Linguística, mas para minha surpresa eu também passei na matéria kkk.
    Distopias *-* amo demais, apesar de você não ter dado uma boa nota e afirmar não querer ler a continuação, eu me interessei de verdade pelo livro. Adorei a resenha e realmente acho que vou procurar para ler. Amei a premissa e tenho 80% de certeza de que gostarei de tudo em geral, porque sou dessas kk. Me lembrou Fragmentados, que foi uma obra que eu amei e que estou ansiosa pelo próximo.
    Aliás, adorei seu blog e já estou seguindo aqui.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Helloo!! Eu não gosto da radicalidade dos autores nessa matéria, e na verdade me saí muito bem nela, a minha média é alta, mas não gosto dela aaha.
      Ah, obrigada! Que bom que se interessou pelo livro, o enredo é muito bom e sei que vai prender muita gente. Só não aconteceu comigo. Muita gente disse que lembra Fragmentados, mas na verdade esse livro foi lançado primeiro.
      E eu estou ansiosa para ler Fragmentados ahahah. Todo mundo diz que é chocante, então eu quero conhecer um pouco mais disso.
      Obrigada.
      Beijin...

      Excluir
  21. Oi Alana,
    Que bom que gostou do livro :D mas é uma pena que não vá ler a sequencia :(
    Para mim, Reiniciados foi uma das melhores distopias que eu já li e agora só falta eu ler o ultimo Despedaçada para concluir a trilogia.
    Espero que mude de ideia pois gostei muito da sequencia.
    Bjs
    http://diarioelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Oi Alana,
    Mas gente parece que não visito aqui há vidas, estou me sentindo mal, está tudo diferente...TA LINDO O BLOG...encantada com esse layout.

    Adorei a resenha hahaha
    Jura que cê tem medo de gatinhos? Eu acho fofos em fotos e vídeos, mas ele não gostam muito de mim hahaha
    Minha prima adorou esse livro e está de olho nos próximos...se eu pudesse daria os outros que nem dei o primeiro, mas sem $$

    Ai esse negócio de apagar memória é estranho, não gostaria de ter toda minha memória apagada, mas gostaria de esquecer algumas pessoas..Mas daí penso que eu não teria a mente que tenho hoje...Oh vida, por que tão estranha? HAHAHA

    P.S.: Também não me considero nerd, mas sou afeiçoada com o universo dos super heróis e toda essa cultura super cool o/ haha

    Tenha uma iluminada semana Natalina. Feliz Natal ♥
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, Nana!! Aahaha faz um tempinho sim. Mas eu mudo muito de layout, fico enjoada rapidinho do template e fico mudando. Ah, obrigada!
      Pois é, herdei esse medo todo do meu pai kkkk. Em algumas fotos eu vejo e também os acho fofos. Eu gostei do livro, mas não o suficiente para continuar com a trilogia. Me deu uma preguiça da pega! Tanto livro para eu ler e quero colocar prioridades no que realmente lerei.
      Eu também não ia gostar de perder a memória. Eu amo ter muitas lembranças, na verdade eu lembro de coisas quando tinha dois anos, sabe?! É coisa de família ahaha.

      Ah, que lindo! Eu amo esse universo nerd apesar de não ser ahah.
      Beijin...

      Excluir
  23. O bom de vir aqui é que, além de resenhas muito boas, encontro sempre um layout diferente! sHAIUSHAIUSHAs
    Adorei este novo! Delicado e leve...

    Que pena que o livro não rolou pra você! Eu até que gostei da premissa... Gosto bastante de distopias, acho que essa seria uma boa pedida!

    E como assim preguiça de cuidar de bichinhos de estimação? Vou te dar um cocão menina! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Brincadeira! Dá trabalho mesmo, tem que ter disposição! - Mas o amor que recebemos em troca compensa, pense nisso! Hahahah

    Aqui, mudando de pit bull pra Lassie... Como que eu faço pra comprar seu livro? Eu quero um exemplar pra mim, uai!
    Hahah...

    Saudade de passar por aqui.
    Beijos!
    Fabi Carvalhais
    http://pausaparapitacos.blogspot.com.br | @pausaparapitacos | http://facebook.com/pausaparapitacos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aahaha!! Eu não mudei o layout não dessa vez, quase o fiz porque já sabe que sou agoniada com essas coisas, eu só mudei o background que antes era um marrom vintage e deixei essa cor com bolinhas fofas!! *-* Eu até achei o livro bom, mas não consigo me imaginar continuando com a leitura, até porque tem umas trilogias que me chamaram mais a atenção e eu estou morrendo para poder começar a leitura.
      kkkkkk eu sou muito preguiçosa ahaha. Você precisa me ver!! E eu também tenho medo de gatos e alguns cachorros, herdei isso de painho ahaha. Na verdade minha tia tem uma cachorrinha e eu gosto muito dela, toda vez que ela me vê vem correndo me dar a patinha.

      Eu também estou em falta no teu blog, eu entrava só rapidinho cada vez que via um post novo!! Mas vou ser mais assídua, ainda mais agora que estou livre por algumas semanas da faculdade!!
      Obrigada pelo carinho. Saudades também dos seus comentários!
      Beijin...

      Excluir
  24. Oi Alana!

    Então, eu li Reiniciados e tem um bom tempo, pra falar mais precisamente, uns bons 1 ano e 6 meses mais ou menos e lembro parcialmente da história.
    Eu gosto muito de distopias, mas elas me deixam um pouco ansiosa demais, então prefiro dar um tempo bem longo entre uma leitura e outra pra descansar.
    Não gostei muito de Reiniciados, então nem continuei lendo a trilogia. Encontrei muitas pessoas que gostaram, mas que não tanto também, como eu.

    Abraços! | Saphy | Facebook

    ResponderExcluir

Alana Gabriela - créditos

Tema Base por Butlariz