15 de jan de 2016

Resenha: Vingança - Catherine Doyle

Helloo, people...
Eu estava revendo algumas coisas e percebi que na resenha passada eu não comecei com "helloo, people... " a minha frase de saudação oficial e o motivo é relevante para a resenha também e vou explicar. Eu li uns setenta e seis livros ano passado e esse ano eu quero ler mais, mas não só por ler, mas sim porque tem um monte de livro aí me esperando. <3 E eu estou lendo descontroladamente, às vezes chego a ler um livro por dia. Pois é. Tive uma ressaca braba no meio do ano passado e agora estou tirando a mente da miséria, ou como diz João Grilo e Chicó: tirando a barriga da miséria. Portanto eu estou atrasada com as resenhas.
Título: Vingança| Autor: Catherine Doyle | Ano: 2015 
Páginas: 288 | Editora: Agir Now | Lido em: Dezembro de 2015
Uma mistura ideal de ação, reviravoltas e romance, Vendeta é uma estreia épica que mistura Romeu e Julieta e O poderoso chefão na Chicago dos dias atuais.

    Li o livro Vingança da Catharine Doyle no final do ano passado e só estou trazendo a resenha agora por motivos de que: eu amei o livro por demais e queria trazer uma resenha que instigasse muito todo mundo, eu queria falar muito do livro, expressar toda a minha emoção e quanto curti a obra e queria que muita gente lesse. Como a leitura aconteceu no fim do ano eu não quis fazer o texto porque nessa época as pessoas estão um pouco em off. E eu estou lendo tanto que estou meio perdida de quais resenhas fazer primeiro. Está uma confusão. Porque eu quero tanto falar de tudo nas resenhas e não quero me esquecer de nada e por isso que eu esqueci da saudação no início da outra. Para vocês verem como eu estou bagunçada em pensamentos. 
   Mas estou aqui e vamos lá...
    Sophie Gracewell estava pronta para viver mais um verão comum em Cedar Hill, trabalhando como garçonete no restaurante da família e passando tempo com sua amiga, Millie, a única que não a abandonou depois do que aconteceu com o pai de nossa protagonista, a desgraça que sacudiu a vida da menina e deixou uma marca dolorosa.
    Mas as coisas só vão bem por um tempo, uma família se muda para o casarão abandonado no fim da rua, cinco irmãos italianos muito bonitos – que prometem mexer com as estruturas do bairro. Sophie fica bastante curiosa, quem não fica curioso para saber quem é seu novo vizinho? Sobretudo como não ficar curioso por esses mesmos vizinhos estarem indo morar numa mansão de passado duvidoso e macabro? Sophie é incapaz de resistir a curiosidade, e logo mais a Nicoli, um dos primeiros irmãos que ela conhece. Os sinais de perigo gritam na cara da nossa protagonista, os irmãos são misteriosos e... Porque Nicole anda com um canivete monogramado consigo? Porque suas mãos estão sempre machucadas? Porque usa meias verdades? E porque Luca, irmão mais velho de Nic quer impedir o romance do irmão e Sophie? Porque o tio da garota está tão estranho e fugindo do bairro? Porque tantas mortes tem acontecido? O que Sophie não está vendo? Ou melhor, o que não estão contando a garota?
— A vida é tão complexa que mal conseguimos ser a pessoa que deveríamos. Em vez disso, usamos máscaras e criamos barreiras para lidar com o meod e a rejeição, o arrependimento, a ideia de que alguém talvez não nos ame como somos em nossa essência, que alguém atalvez não entenda nossa motivações. Quero estudar a verdade da vida, não a superfície. Há beleza em toda parte; mesmo na escuridão há luz, e é a forma mais rara.
     Alguns acontecimentos dolorosos, catastróficos e segredos sombrios virão à tona, Sophie precisará enfrentar verdades cruas e pungentes em relação a sua família e tomar decisões que jamais pensou que estariam diante de sua porta. Há mais em oculto do que ela realmente imaginava.  Diante disso tudo Sophie  de repente se vê no meio de uma vendeta entre duas dinastias rivais: a família em que nasceu e a pela qual se apaixonou... Porque, quando se trata de amor, a desonra pode ser uma questão de vida ou morte.
     E tudo começa com um pote de mel... (entendedores entenderão *-*)
“É apenas no amor e na morte que permanecemos sinceros.”Friedrich Dürreenmatt, Crepúsculo de uma noite de Outono.

     E, tipo, como não querer ler o livro depois de ver tanta coisa cativante e curiosa? Eu praticamente pirei quando li a sinopse. Sério, eu estava fazendo uma leitura e decidi parar para conferir esse, no entanto eu pensei melhor achei que ia gostar muito da obra e acabar deixando a outra leitura de lado, o que seria ruim porque eu poderia facilmente abandonar e eu não gosto disso, e então descontroladamente esperei para poder ler. Estava bastante ansiosa.
     Eu tinha visto uma resenha desse livro com uma nota razoável num blog aí, sou  muito cuidadosa, não gosto de ler resenhas negativas ou positivas quando estou a fim demais de ler um livro. Eu só vi a nota no fim do post e decidi não ler para não me embasar em opiniões alheias. Porque já aconteceu isso com resenhas positivas e negativas e eu não acho muito bom. Gostei de leituras e outras não...
     Enfim, eu amei esse livro! *-*
    A estória que a autora criou me cativou bastante, fiquei maravilhada ao constatar cada situaçãozinha que parecia ser sútil, mas que no final trazia uma peça chave para a estória. A protagonista é interessante, entra em situações que eu não me imaginaria e sobretudo sendo capaz de superar. A gente sempre acaba se irritando com o personagem principal e se afeiçoando aos coadjuvantes, pelo menos um pouco, mas eu não me irritei com a Sophie, entortei o nariz para algumas decisões que ela tomava em certos momentos e eu pensava: vamos ver?!  Mas eu gostei dela, é claro que a Sophie também faz algumas coisas meio infantis, mas é uma adolescente de dezesseis anos descobrindo as coisas, descobrindo que nem tudo que ela pensava era o real. E que nem tudo é o que parece! Ela está descobrindo o mundo perigoso que a ronda... e as mentiras!
    Eu gostei demais da Millie, achei que a postura dela diante do bairro e da amiga foi muito boa, visto o que tinha acontecido com Sophie e a macula que agora ela carregava em nome do pai.
O Nic é aquele típico gato estrangeiro que todo mundo gosta. Todas as meninas morrem de amores por ele e com Sophie não é diferente. Em alguns momentos eu achei que ele era um capacho, vivia à sombra do irmão Luca e só fazia obedecer toda vez que Luca ordenava qualquer coisa. Eu ficava morta de curiosidade para descobrir o porquê disso. Aquelas conversas particulares muito suspeitas. Eu confesso que se fosse eu, não abaixaria a cabeça sem aceitar fatos que fossem plausíveis. Sou um pouco teimosa ahaha. Mas tudo tem um motivo nesse livro, gente! Eu amei isso. Muito bem planejado. A Obra é dividido em três partes e em cada uma nossas suspeitas só crescem e o suspense sobre toda a verdade se intensifica.
     Eu fiquei de queixo caído com as revelações e com o comportamento meio que violento dos irmãos. Eu fique, tipo: what the hell?! Muito massa. A autora me surpreendeu. Só de lembrar da leitura eu me empolgo geral. Gostei que ela ousou e criou um universo que eu não esperava encontrar. E tem um certo irmão... hum. Um certo irmão que me enganou direitinho. No final eu gritei e quase... na verdade eu cai dramaticamente na cama por achar ótima e genial a ideia da autora. Me surpreendeu porque eu não esperava por aquilo. Mal posso esperar pela continuação. Vai ter livros menores com o POV de outros personagens... *-* Amo. Preciso do livro Inferno – nome em inglês do próximo livro – para ontem, gente!             
    Eu gosto bastante dos livros da Agir Now, acho que é uma editora que capricha bastante nas diagramações – amo diagramação; fico olhando feito uma tonta *-* -  e traz estórias bem interessantes, diferentes, com personagens fortes, abordagens e ideias originais e às vezes até clichês, mas sempre com um toque diferenciado que nos faz amar a estória. A capa é tão condizente com a obra. O sótão e aqueles tracejos na janela que parece a mira de uma arma! *-* A autora abordou um tema que eu nunca tinha lido por aí dessa forma, a máfia, foi tão ótimo. Depois da leitura fui assistir alguns vídeos dela e ler sobre opiniões sobre o próximo volume que só me deixou mais curiosa. Não tenho certeza se é palpável meu entusiasmo, espero que seja. Eu amei demais e queria que ficasse registrado aqui para vocês.
Beijin...
Nota: 5/5 - Favorito 

21 comentários:

  1. Oi, Alana!
    Mulher, esse livro está na lista dos desejados.
    Quando estou muito a fim de ler um livro, não importa se a resenha foi positiva ou negativa, eu leio assim mesmo hahhhahaha
    E o que falar dessa capa??? Linda demais!
    Ah! Finalmente saiu a resenha de A Estranha Mente de Seth. Desculpa pela demora.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  2. Amei a resenha. Nunca tinha ouvido falar desse livro, mas vai pra minha listinha (que não é tão pequena assim).
    Ah, e também já saiu a resenha do seu livro lá no meu blog. Te mandei um e-mail, mas talvez você ainda não tenha visto.
    Abraço.
    http://eusouumpoucodecadalivroqueli.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá :)
    Confesso que essa é a primeira resenha que leio do livro e adorei o enredo da história, vou pesquisar mais sobre a história e acho que irei ler, sério parece muito legal, adorei!

    Beijos,
    http://livrosentretenimento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Hey Alana! Tudo numa nice? Hihihi - Sempre quis começar um comentário aqui falando tipo vc! :D
    Então.
    Eu não conhecia esse livro, e o que dizer? Muito prazer, meu caro! E o prazer é todinho meu. Coisa mais linda essa capa, e o enredo... Hummmm! Meu número! Bem o que eu curto numa leitura!
    Sua resenha atingiu o que vc almejava. Ela conseguiu me instigar - e muito!
    Vai pra lista eterna de livros que eu quero muito ler.
    Ah, quanto às resenhas positivas/negativas... Eu to com a Lu. Eu leio o livro independente do que o povo anda achando dele por aí. Se eu quero ler, eu quero, e fim de papo! #FabiDecidida
    Hihi

    Fiz uma TAG super bacana lá no blog e te marquei!
    Espia lá!

    Beijos!
    Fabi Carvalhais
    http://pausaparapitacos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi! Nunca li nada da autora, mas sua resenha conseguiu me passar algo muito positivo. Você se expressa muito bem, parabéns!
    Marquei você em uma tag lá no blog.
    Um big beijo :*
    http://www.moleca20.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi
    Menina eu já tinha visto resenha desse livro e nunca tinha tido interesse, mais depois de ler sua resenha já coloquei como desejado no skoob, parece ser uma história muito interessante e envolvente, gostei da capa. Muito boa a resenha.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi Alana!
    Não conhecia esse livro ainda, mas depois da sua resenha quero muito ler! Ainda mais por ser uma mistura de Romeu e Julieta com O Poderoso Chefão.

    Obs: Tem sorteio novo no blog :)
    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  8. Oi, Alana. Tudo bem?
    Que história diferente a do livro, hein? Também nunca li livros com essa temática e parece bem interessante.
    Muito curioso essa relação que a autora faz de trazer um pouco de Romeu e Julieta e O Poderoso Chefão pq quando penso bem imagino que os dois juntos fazem muito sentido.
    Tenho que confessar, no entanto, que gostei mais meeeeesmo quando você disse que terá outros livros com diferentes pontos de vista, não sei pq isso sempre me anima a ler o livro, saber que você tem a chance de viver a situação de diferentes ângulos me encanta <3 E se foi assim tão bom melhor ainda, né?
    Ahhh, fiquei extremamente curiosa pra saber que irmão te enganou direitinho e como, ahahhha.

    Um beijo!
    Crônica sem Eira

    ResponderExcluir
  9. Oi, Alana! Tudo bem? Só a capa e o título do livro já tinham me convencido a lê-lo (amo histórias de vingança), mas após ler sua resenha... UAU, PERCEBI QUE PRECISO LER O LIVRO O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL! Adorei a resenha! <3

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Meu deussssss
    Sobre eu ter conhecido esse livro agora e ele ter ido para o topo da listaa!!!
    Super amei a história, faz muito meu tipo e me atraiu. A capa perfeita (vai ficar linda na minha estante). Enfim, não tenho muito o que dizer, apenas que c crtz lerei ele! ❤️ Amei a resenha ❤️
    Menina da Livraria


    ResponderExcluir
  11. Olá, eu não conheci essa leitura mas já estou apaixonada por essa capa!
    Amei sua resenha o livro parece ser ótimo mesmo, quero lerrrr!

    http://blogexplicita.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oii Alana, tudo bom?
    Estou morrendo de vontade de ler esse livro desde o ano passado, mas ainda naõ tive a oportuinidade e depois que eu vi que tinha um milhão de irmãos no meio eu pensei: provavelmente a protagonista vai ter uma harém. Não vou nem mentir que me desanima um pouco esse negocio de triangulos, quadrados, quintetos amorosos, plmdd! Acho super chato e manjado. Mas lendo sua resenha bateu a vontade de novo! Como você faz isso?! kkkkkkkkk, estou morrendo de vontade de ler o livro!
    Estante de uma Fangirl

    ResponderExcluir
  13. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  14. oi, oi.

    ain, gente. que capa mais linda! eu não conhecia esse livro e nem o autor, mas, ó, confesso que fiquei curioso pra saber o resto da história. parece ser ótimo.

    na verdade, essa é a segunda resenha que eu leio hoje desse livro. tá me convencendo cada vez mais a lê-lo.

    bjs!
    Não me venha com desculpas

    ResponderExcluir
  15. Oi Alana !!
    Não conhecia esse livro, mas pela capa me fez lembrar vagamente de Vampire Kisses, haha.
    Eu super entendo você sobre não saber o que resenhar primeiro, são tantos livros mas, infelizmente estou com um pouco de ressaca literária, entao aproveitei para colocar tudo em ordem.
    Poxa, eu ameei sua resenha em todos os sentidos, sei a "pressao" que é fazer uma resenha de um livro que favoritamos, e você se saiu super bem nisso.
    Achei a premissa bem interessante, vou procurar e adc à lista, claro.
    Beijo!

    Sorvete Literário

    ResponderExcluir
  16. Oie...
    Que capa é essa?! Você tem toda razão em relação a diagramação! Estou até abobalhada com essa lindeza rsrs...
    A premissa também é bem atraente e você me deixou muito empolgada para ler :)
    Beijos

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Ooi! Bom, primeiro de tudo: Essa capa já me deixou tipo "meu deus eu quero". Ainda não tinha visto esse livro da editora e fiquei com vontade. Gostei da sua analise sobre o livro e que bom que você gostou dele, depois de tanta ansiedade para ler. É ruim mesmo quando vemos uma resenha negativa de um livro que queremos muito, mas é bom nunca se deixar influenciar (até nas mais positivas). Beijos
    SIL ~ Estilhaçando Livros

    ResponderExcluir
  18. Olá, Alana.
    Eu raramente resenha todos os livros que eu leio e ainda assim tem muitas resenhas atrasadas para publicar hehe. Eu ainda não conhecia esse livro, a sua é a primeira resenha que leio dele e me fez ficar interessada. Só não gostei de não ser livro único, por isso acho que não lerei por agora.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, Sil! Que bom que minha resenha te fez ficar interessada. Entendo completamente seu ponto quanto essa coisa de trilogia e esperar, eu também preferiria assim, mas eu não me aguentei e quis ler logo ahaha!! *-*

      Excluir
  19. Oi, Alana, tudo bem?

    Eu não conhecia esse livro. Sabe que o enrede dele me lembrou, bem de longe, mas lembrou, o enredo de "As virgens suicidas"? Acho que foi essa atmosfera e esse tanto de "por que?" hahaha
    Agora eu que fiquei curiosa aqui para saber a resposta de tantas indagações!
    Parabéns pela resenha, você conseguiu fazer com que eu ficasse interessada no livro.
    E que capa mais legal é essa? Adorei!

    Beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
  20. Olá Alana!
    Eu não conehcia o livro, mas pela capa e pela resenha já foram prar na minha wishlist. Amei! <3
    http://quetal-carol.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Alana Gabriela - créditos

Tema Base por Butlariz