Resenha: Uma Chama entre as Cinzas - Sabaa Tahir #indicaçãodefantasia

21 de set de 2016
   Helloo, pessoas tudo numa nice?!
Como eu fiz com A Queda dos Reinos, hoje eu vim indicar mais um livro de fantasia - COF COF melhor gênero COF COF - super maravilhoso para vocês. Acredito que já notaram que minha veia literária right now é essa e às vezes, só ás vezes procuro um livro mais leve para intercalar as leituras.

   Há algum tempo já eu estava curiosa para ler Uma Chama entre as Cinzas, desde o ano passado na verdade, quando vi a resenha incentivadora da Kel falando super bem dele - que não era uma fantasia mais do mesmo, mas que ia além e realmente compartilho de tais palavras. Mas só nesse ano que meti as caras na leitura. Eu tenho sempre aquele problema com o hype de certas estórias e eu decidi baixar as expectativas primeiro, coloquei outros livros como prioridade e enfim, esse ano, percebi que não podia fugir e dei uma chance.
   OMG!!! Gentee, vocês não tem ideia como esse livro é maravilhoso. Eu poderia ter lido antes sem problemas.

Uma Chama entre as Cinzas é o tipo de livro que te cativa, faz você roer as unhas, gritar com os personagens, amá-los, gritar com os vilões e ficar perplexo com suas atitudes, aplaudir a construção da estória, mergulhar num universo diferente e intenso e se sentir sad e satisfeitíssimo ao final. 
Laia é uma escrava. Elias é um soldado. Nenhum dos dois é livre. No Império Marcial, a resposta para o desacato é a morte. Aqueles que não dão o próprio sangue pelo imperador arriscam perder as pessoas que amam e tudo que lhes é mais caro. É neste mundo brutal que Laia vive com os avós e o irmão mais velho. Eles não desafiam o Império, pois já viram o que acontece com quem se atreve a isso. Mas, quando o irmão de Laia é preso acusado de traição, ela é forçada a tomar uma atitude. Em troca da ajuda de rebeldes que prometem resgatar seu irmão, ela vai arriscar a própria vida para agir como espiã dentro da academia militar do Império. Ali, Laia conhece Elias, o melhor soldado da academia — e, secretamente, o mais relutante. O que Elias mais quer é se libertar da tirania que vem sendo treinado para aplicar. Logo ele e Laia percebem que a vida de ambos está interligada — e que suas escolhas podem mudar para sempre o destino do próprio Império.
     Acredito que as minhas palavras não seriam suficientes para descrever a maestria desse livro, o quão cativante, sinceros e bem construídos os personagens são e todo o enredo; a escrita da autora encheu meus olhos de uma forma diferente e inefável. Uma chama entre as cinzas é um livro muito bem escrito, brutal e maravilhoso.
     Laia vivia com seus avós e seu irmão mais velho no Império, eles não desafiavam o poder dos Marciais, pois conheciam as repercussões e crueldade devido a esses atos. Depois que Darin é acusado de traição pelo Império e seus avós são assassinados em sua frente, Laia se vê desesperada para tomar uma atitude drástica de rebeldia de tanta crueldade.
     No geral eu tenho problemas com algumas protagonistas porque em algum momento do livro se mostram irritantes e fracas, comprometendo a estória com atitudes insensatas e impulsivas. Laia peca no início do livro com sua covardia? Sim, ela peca. Ela toma uma atitude arriscada que pode acabar com sua vida? Sim, mas o que mais ela tinha a perder e o que poderia fazer além de tentar salvar seu irmão? Acho que uma das coisas mais legais num livro é quando vemos o desenvolvimento de certos personagens. E o crescimento de Laia durante a leitura foi muito bem construído, crível e bom de acompanhar a ponto de me fazer simpatizar por ela e torcer para que ela crescesse e tudo ficasse bem. Num mundo terrível que ela vivia, sendo subjugada pelas mãos frias e ferozes da comandante, era tudo que lhe restava.
   Elias é um personagem a parte - o melhor ever. Ele é maravilhoso, divo, corajoso e leal!! O meu personagem preferido no livro todo apesar de eu acreditar que a obra intercalada entre Laia e Elias trouxe um melhor balanço. Nossa, tem muito essa palavra - maravilhoso - nesse post, e olha que no geral não uso essa palavra para descrever livros nem nada, mas Elias como personagem me deixou no chão. #desmaidaetudoomais Ele é um soldado – o melhor por sinal – vive na academia com sua amiga Helene e está treinando para ser um Máscara como todos os soldados ali. Mas apesar disso ele não busca a glória e o que o poder de ser um Máscara que serve ao Império proporciona. Ele quer se ver livre da tirania do reino. Mas há muito em risco e ele tem um plano, escolhas a fazer que pode mudar tudo.
    Eu não tinha intenção de fazer uma resenha, mas acabou que eu meio que construí quase uma aqui ahaha.
       Eu devorei esse livro, porque não nos resta nada a fazer além disso. É tudo muito frenético e os acontecimentos são chocantes, surpreendentes e brutais em certos aspectos.
     Os vilões são tão vilões. Não sei nem se dá para dizer isso, tipo, caracterizar dessa forma, mas a crueldade da comandante, que para mim, merece o destaque nesse posto, é simplesmente madness. Cada personagem tem seu papel significativo e a estória vai se desenrolando e se encaixando magistralmente. Não vou falar sobre os outros porque acredito que a leitura fica mais gostosa quando você vai descobrindo tudo sozinho e se envolvendo como eu me envolvi.
   Só de escrever tudo isso tenho voltar de reler o livro. Eu já disse que a escrita da Sabaa é ótima? Pois é. Meus olhos se enchiam conforme eu lia a obra, tamanha a emoção ao ver o jogo de palavras e a maneira que ela as trazia para o papel. Tipo, era como fazer melismas com a voz! Ela estava nos mostrando como se brinca de escrever!!         
 Uma Chama entre as Cinzas é insanamente maravilhoso. A premissa pode parecer meio batida, eu nem tinha lido a sinopse antes de ler o livro, só chequei agora, mas vá por mim a Sabaa conseguiu transformar situações manjadas em um desenvolvimento e resolução extremamente poderosos.
   A priori o livro seria um standalone porque a editora que havia comprado os direitos da autora adquirira somente o primeiro livro, mas com o hype e a repercussão da estória mais três livros da série serão publicados - mas a autora já tinha uma série para seu livro, acredito que por precaução a editora resolveu esperar para ver a resposta do público para enfim apostar na série. Mas o final de Uma Chama entre as Cinzas é satisfatório em muitos aspectos, mas, people, a estória só está começando!! *-* 
     No final de agosto desse mês saiu A Torch Against the Night e eu mal posso esperar para ler esse também!

Enfim, é isso pessoas. Confiram uns quotes aí e me contem no comentários se já leram esse livro, se têm vontade ou se já ouviram falar. Vocês precisam ler Uma Chama entre as Cinzas.   
Uma rajada de vento faz um fio de cabelo se soltar de seu coque e lhe atravessar o rosto. Enquanto ela sustém meu olhar, percebo uma rebeldia em sua expressão e, por um segundo, vejo meu próprio desejo de liberdade espelhado e intensificado em seus olhos. É algo que jamais detectei nos olhos de um colega de academia, muito menos em uma escrava erudita. Por um estranho momento, eu me sinto menos sozinho. - Elias
– O dever primeiro, até a morte. Quem trair o império será pego e pagará por isso.
– Você é uma chama entre as cinzas... Você vai brilhar e queimar, devastar e destruir.
- Existem dois tipos de culpa - digo em voz baixa. - Aquele que é um fardo e aquele que lhe dá um propósito. Deixe que a culpa seja o seu combustível. Deixe que ela te lembre de quem você quer ser.
Você não tem nome. Não tem identidade. É uma escrava. Isso é tudo o que você é. Isso é tudo o que você será.
A vida é feita de tantos momentos insignificantes. Então, um dia, um único momento vem para definir cada segundo seguinte a ele.
Quatro eles são, e quatro traços nós buscamos:
Coragem para enfrentar os seus medos mais sombrios
Astúcia para enganar os seus inimigos
Força de braços e mente e coração
Lealdade para quebrar a alma.

Por hoje é só, people.
XO XO 

11 comentários:

  1. Oi, Alana!
    Já ouvira falar sobre o livro, mas eu não tinha tanta vontade de lê-lo. Mas agora com sua indicação não sei o que estou fazendo sem ter ele em minhas mãos para ler. Achei incrível tudo o que você mostrou. Já quero saber como o livro continua kkkk
    Bjs!

    -Ricardo, Blog Lapso de Leitura

    ResponderExcluir
  2. Olá, Alana.
    A sua é a primeira resenha super positiva que leio desse livro. Acho que o pessoal não gostou muito. E se gostou não resenhou hehe. É claro que fiquei interessada. Mas cai naquele mesmo problema, não gosto de começar a ler séries que ainda não tenha todos os livros lançados aqui no Brasil. Já aconteceu de eu ler antes e a editora parou de publicar e eu fiquei aqui a ver navios hehe.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  3. Oi Alana!

    Nossa, parece que é um daqueles livros que nos faz ter vários sentimentos. Muito bom quando isso acontece, melhor ainda quando um personagem é bem construído. A resenha despertou minha curiosidade! Acho que vou gostar da leitura!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  4. Oi Alana tudo bem? então vou concordar com você, o livro é sim muinha bom, porém acho que eu li ele numa época em que estava maior hype e acabou que eu fui muito afoita, com altas expectativas e no fim fiquei um pouco decepcionada pq tinha acabado de ler um dos livros de Trono de Vidro e me joguei de cabeça.. enfim, espero ler a continuação e gostar.

    XoXo

    http://www.leituraentreamigas.com.br

    ResponderExcluir
  5. Nossa, pelo que você falou, tem umas crueldades fortes na história, deu até medo kkk, e curiosidade ao mesmo tempo. Interessante :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi Alana!
    Eu não sabia que a principio esse livro seria um standalone (que, convenhamos, estão cada vez mais raros).
    É maravilhoso quando encontramos esses autores que são assim hábeis da arte da escrita, né? Que não estão ali só contando uma história. E quando a trama é assim cativante, como não se envolver?
    Tomara que os próximos livros sejam tão bons quanto esse primeiro :)
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Normalmente não curto esse gênero, mas a sua resenha ficou tão alegre,rs.
    Gostei da sinopse..parece diferente e interessante <3


    beeijão :)
    http://www.carolhermanas.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oiii Alana

    Fantasia arrasa mesmo...cof cof...haha, melhor gênero ever. Sempre passo bem lendo esses livros e nunca, nunca mesmo enjoo.
    Amei tb Uma Chama entre as Cinzas. Dá pra acreditar que é o debut da autora? O livro é ótimo e as partes narradas pela Laia foram as que mais me prenderam por todo o lance com o irmão dela e tb os rebeldes.
    Não curti a Helena, não sie porquê, e Elias me pareceu normalzinho, digamos que ainda não senti aquela "pegada forte" de protagonista nele. Gostei mesmo foi do outro guri que faz tipo par romântico com a a Laia nesse princípio de saga, achei ele bem interessante....rsrs
    Agora é esperar pela segunda parte. Aqui vai ser publicado em Novembro e já está sendo super aguardado.

    Beijos

    unbloglitteraire.blogspot.com.ar

    ResponderExcluir
  9. Oi, Alana

    Essa é a primeira resenha que leio desse livro. Vou te falar que nem conhecia o livro pra você ter uma noção. E se já passei por ele blogosfera afora eu simplesmente não dei muita bola! hahaha
    Primeiro, tenho que falar dessa capa, que é lindíssima! Segundo, tenho que falar que eu curto fantasia, mas não é um gênero pelo qual eu morro de amores. Eu tenho que estar muito inspirada e com vontade de ler para mergulhar na história. Acho que a única fantasia que me conquistou 100% foi HP, eu leria mais 100 livros do universo!
    Então assim, eu curti a proposta, mas achei meio...sanguinário? Violento? Não sei ao certo...acho que fiquei com essa impressão por causa das imagens também! hahahaha
    Enfim, vamos ver se leio mais coisas sobre ele.

    Beijo
    - Tami
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
  10. Olá, Alana.
    Conhecia o livro apenas de capa e fiquei muito entusiasmado com a sua resenha. A premissa é muito boa. Ademais, quem não gosta de enredos com personagens bem construídos? Por fim, adoro quando os autores conseguem inovar na fantasia.
    Sem dúvidas, vou conferir.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de setembro. Serão três vencedores, cada um ganhando dois livros.

    ResponderExcluir