Resenha: Ecos da Morte - Kimberly Derting - Pieces of Alana Gabriela

29 de jul de 2017

Resenha: Ecos da Morte - Kimberly Derting

Hello, folks... tudo numa nice?
Hoje eu venho trazer para vocês a resenha do livro decepção do ano para mim. Já li muitos livros ruins e nos últimos anos a obra da Kimberly está nesse patamar de obras ruins e mal aproveitadas.
Ecos da Morte | Autor: Kimberly Derting | Ano: 2011 
Páginas: 272 | Editora: Intrínseca
Violet Ambrose tem dois problemas – o dom mórbido e secreto que carrega desde a infância e Jay Heaton, seu melhor amigo, por quem está apaixonada. Aos dezesseis anos e confusa com os novos sentimentos em relação a Jay, ela começa a ficar cada vez mais incomodada com sua estranha habilidade – Violet encontra cadáveres. Desde pequena ela percebe os ecos que os mortos deixam neste mundo. Ruídos, cores, cheiros. Mas não todos, apenas os das vítimas de assassinato. Para ela, isso nunca foi um grande talento. Na maioria das vezes, tudo o que encontrava eram pássaros mortos, deixados para trás pelo gato da família. Mas, agora que um serial killer está aterrorizando a pequena cidade onde mora e os ecos das garotas assassinadas a perseguem dia e noite, Violet se dá conta de que talvez seja a única pessoa capaz de detê-lo. Em pouco tempo ela estará no rastro do assassino. E ele, no dela.
   Violet Ambrose descobriu na sua infância um dom estranho. Quando criança foi levada a um corpo morto na floresta, por um sentimento, um cheiro, algo dentro de seu âmago. E partir de então ela vinha guardando esse dom para si, de descobrir corpos mortos pela floresta.
  Mas quando um assassino começa a matar mais garotas na sua cidade e esconder os corpos pela região onde mora, com a ajuda de seu amigo, ela decide tentar encontrar a pessoa e trazê-la a justiça.

   Por volta de abril ou maio eu estava num tipo de ressaca, não estava conseguindo ler os livros que tinha e nem estava gostando muito das obras que estava lendo. Como comecei a trabalhar num livro de fantasia sobrenatural decidi procurar obras nesse mesmo gênero a fim de me acostumar com esse tipo de livro. Eu estava com vontade de ler algo novo e diferente visto que nunca me dei bem com estórias sobrenaturais e suas previsibilidades.
   Confesso que esperava algo clichê pelo que está expresso na sinopse e pelas poucas resenhas que vi, estava até meio que preparada, no entanto não esperava que a estória se mostrasse tão ruim, mal escrita e com pouco ou nenhum desenvolvimento das personagens.
   A personagem principal, Violet, é sem tato, preocupada muito mais com sua vida amorosa do que com qualquer outra coisa. Reclama demais de besteira e age de forma idiótica, muitas vezes fica nervosa e temendo qualquer besteira, duvidando de seu amigo e com ciúmes infundados toda vez que ele está ao lado de outras garotas e coisa do tipo. Sinto que as autoras fazem os interesses amorosas das protagonistas de uma maneira irreal demais, pois o comportamento do amigo dela certamente não é algo que um garoto faria. Não condiz com a realidade.
   Ela se põe em muitos riscos por causa do seu dom. Não entendo muito bem porque fazia isso, talvez se ela soubesse lutar e tivesse algum tipo de segurança em coisas parecidas eu acreditasse, mas a protagonista se colocava em situações complicadas sem necessidade, com risco grande de vida. Que tipo de pessoa faz isso quando sabe que não tem habilidade nenhuma para enfrentar um ASSASSINO? É simplesmente uma questão de bom senso, que ao que parece a protagonista não tem. 
     Pensei que apesar da estória eu fosse gostar da escrita, é sempre um escape para mim quando não curto muito o desenvolvimento de algumas obras. Mas nem isso se salvou na estória. Muito mal escrita e mal aproveitada. É como se autora não soubesse manejar bem uma estória em terceira pessoa. Deixou a desejar por demais.
  O livro é bem curtinho, mas para mim foi uma tortura descabida terminá-lo. Pensei que jamais conseguiria. Foi simplesmente excruciante! 

Essa é uma estória que eu altamente não recomendo. Nada pôde ser aproveitado na obra, pelo menos por mim.
Nota: 1/5
XO XO
* Créditos da imagem: Diárias Leituras

Um comentário: